Ronin Network sofre o ataque hacker mais grave da história

Na terça-feira, dia 29 de março de 2022, a Ronin Network divulgou em nota que sofreu um ataque hacker milhonário. Nele, mais de 620 milhões de dólares em USD Coin e Ethereum foram levados.

Para se ter ideia, esse valor corresponde a quase três bilhões de reais. Por conta disso, o ataque foi considerado como o pior e mais grave da história do mercado.


Em nota, a empresa alegou que o invasor se valeu de chaves privadas que foram hackeadas de usuários. Dessa forma, conseguiu realizar uma série de saques falsos para mascarar o ataque.


De forma mais explicada, esse ataque acabou afetando diretamente os validadores da empresa e os desenvolvedores que atuam dentro dessa blockchain. Além disso, os criadores de jogos também foram diretamente atingidos.


Ainda de acordo com a nota emitida, o hacker conseguiu encontrar uma brecha dentro das validações que a Ronin possui. Assim, mesmo possuindo nova validadores com cinco assinaturas, o invasor conseguiu passar.


Para isso, usou o chamado backdoor, malware que cria portas de entrada para invasões e outros vírus dentro de uma rede ou de um computador. Nesse caso, o backdoor foi criado por conta de um ataque de força bruta no nó RPC, onde obtiveram as assinaturas para os validadores seguintes.


Como dito anteriormente, o valor roubado foi de mais de 620 milhões de dólares, sendo dividido da seguinte forma:

  • Pelo Ethereum foram levados 173 mil

  • Pelo USDC foram levados mais de 25 milhões

Depois do ataque, estima-se que mais de 6 mil em Ethereum já foi lavado para outros endereços da rede, tornando mais difícil seu rastreamento. Entretanto, a esmagadora maioria segue no endereço do próprio hacker.


Consequências

É claro que um ataque desse tamanho não deixa ninguém bem das pernas no mercado. Assim, com a Ronin, não foi diferente.


Apesar de ter anunciado e emitido a nota somente hoje, a empresa afirma que o ataque ocorreu na última quarta-feira, dia 23 de março, com impacto direto hoje. Com isso, a reação do mercado foi imediata.


Somente na tarde desta terça-feira a criptomoeda nativa da Ronin, a RON, teve uma queda exponencial de mais de 20% no valor de mercado. Da mesma forma, o AXS, token do Axie Infinity, também operou em queda, marcando mais de 8%.


Por conta de toda a polêmica e a dificuldade em encontrar soluções, a empresa paralisou toda a sua operação até que se concluam as investigações do ocorrido. Além disso, o Katana também parou suas operações.


Segundo a nota da empresa, a Ronin está trabalhando com agências governamentais para buscar uma forma de entrar com medidas legais para o invasor. Além disso, o que se espera é uma pena severa pelo ataque.


O crime no mercado de criptomoedas

Não é nenhum tipo de novidade debater o assunto segurança no mercado cripto, mas quando falamos de hackers e ataques diretos, o assunto fica ainda mais sério. Em 2021, no mês de Agosto, já havia ocorrido o que era considerado o maior ataque da históra.


Naquela épica, foi um ataque direto ao protocolo DeFi, que usa a cadeira cruzada Poly Network. Entretanto, o posto de pior dos ataques acaba de passar para a Ronin.


Afinal, naquele caso foram 610 milhões de dólares roubados e a grande maioria foi devolvida pelos executores. Nesse caso, o valor passa dos 620 milhões.


O ataque liga o sinal de alerta para todos os investidores e principalmente para as empresas em geral. Já que, de maneira geral, tentar solucionar esse tipo de crime em um mercado feito para evitar rastreios é muito mais difícil.


Adquira suas criptomoedas e mantenha elas salvas no Trezor, pois é a carteira de criptomoedas offline mais confiável do mercado. A Brazil Electronics tem estoque com entrega imediata no Brasil, não confie nas Exchange online.