Qual a relação entre a Disney e o metaverso?

É fato que o metaverso hoje é um dos assuntos mais falados e comentados principalmente entre grandes empresas, e uma das maiores empresas do planeta não estaria de fora disso. Afinal, como está a relação Disney e o metaverso?


Um dos nomes mais fortes do mundo, a Disney dá um recado claro para o mundo: estou me mexendo, e vocês?


Desde 2021 a empresa já dá indícios de querer investir e ser uma das pioneiras no assunto, e parece estar levando tudo muito a sério. Assim, nos últimos dias surpreendeu mais uma vez com as investidas na área, e causa expectativa para o que vem por ai.


Disney e o metaverso: para onde vai?

A Disney é referência mundial no assunto entretenimento e inovações para fisgar o público. Por isso, não é nenhuma novidade ver a empresa figurando aqui no pioneirismo do metaverso.


Como dito anteriormente, a muitos meses a empresa atua e cria estratégias para chegar na frente na corrida do mercado. Dessa forma, agora parece ter dado o maior de seus passos.


Mike White, executivo do grupo Disney, foi recentemente promovido ao cargo de vice-presidente sênior de Contação de Histórias e Experiências de Clientes da Próxima Geração. Ou seja, estamos sim falando de uma posição para alguém pesquisar, a fundo, sobre o metaverso.


Ao que parece, White terá uma equipe especializada na área de Tecnologia da informação e principalmente inteligência artificial. Não deve demorar muito até termos notícias dessa turma.


De acordo com o próprio CEO da Disney: “Esse é o chamado metaverso, que eu acredito que será a próxima grande fronteira da contação de histórias e o local perfeito para buscar nossos pilares estratégicos de Excelência na Contação de Histórias, Inovação e Foco em Públicos”.


Ou seja, a Disney vem ai para ser a pioneira no que pode ser o ápice do século 21.

Você duvida? Porquê eu não.



Como a Disney vê mercado nessa área?

Sendo uma empresa de entretenimento, é normal perceber que essa pode ser uma das maiores sacadas de negócio dos últimos anos. Afinal, estamos falando de experiências novas e disso a Disney entende muito bem.


O principal foco da empresa aqui deve ser mostrar, em realidade aumentada, os famosos personagens que conhecemos durante toda a nossa infância. Dessa forma, a empresa estaria fazendo uma campanha exemplar em dar sensações novas aos clientes e garantir seu retorno financeiro depois.


Assim, a principal aplicação é na criação dos espaços onde as histórias são ambientadas, como a famosa casa do Mickey.


De maneira geral, o metaverso significa um espaço digital onde decisões reais são tomadas por seus usuários, no momento em que elas acontecem. Por isso, sua forma de criação ainda é bastante obscura no Brasil, mas não deve tardar a receber seu roteiro.


A Disney e o metaverso chegam com uma proposta muito interessante e no mínimo provocativa para o mercado. Ou seja, por conta dessa mudança radical da Disney em colocar um executivo apenas para trabalhar com isso, o mercado deve inflar novamente e as pesquisas serem retomadas.


Hoje em dia, o metaverso é englobado por diversos mundos e tecnologias novas, como a própria rede Blockchain. Além disso, a Disney promete ainda ser uma das inventoras dos espaços - pelo menos culturais - dentro do metaverso.


Por isso, não dá para se sentir mais animado com toda essa movimentação, especialmente agora onde o mundo está voltando ao normal e as empresas precisam se reerguer.


Adquira suas criptomoedas e mantenha elas salvas no Trezor, pois é a carteira de criptomoedas offline mais confiável do mercado. A Brazil Electronics tem estoque com entrega imediata no Brasil, não confie nas Exchange online.

...